Comprar bijuterias no atacado para revender

Atualmente de acordo com dados fornecidos pelo IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Metais – há cerca de 3 mil empresas no mercado atacadista de bijuterias no Brasil. A grande parte, cerca de 85%, é formada por micro e pequenas empresas, formalizadas e informais, do total de 500 empresas que estão espalhadas por 3 grandes polos produtivos: Limeira (SP), Guaporé (RS) e Cariri (CE).

Nos últimos 4 anos houve um aumento no faturamento para a grande parte das empresas. Do total, 37% aumentaram as vendas e 19% conseguiram mantê-las estáveis ainda segundo o mesmo Instituto.

Este mercado não costuma sofrer os efeitos da crise. A razão é simples: quem consome se conecta emocionalmente com as peças, além de possuírem um valor relativamente baixo e serem muito atraentes.

Em outras palavras, trata-se de um mercado extremamente promissor.

Uma ótima oportunidade de se manter atualizado é participar de feiras do setor. O maior evento brasileiro é a Bijoias – feira de bijuterias, acessórios, joias de prata e de aço, folheados e semijoias, mas é destinada somente aos profissionais que atuam no mercado. Para solicitar o pré-credenciamento online é obrigatório o preenchimento do CNPJ da empresa. Autônomos também podem participar do evento desde que o seu cadastro seja aprovado mediante análise prévia pela organização do evento.

 

 

Além das feiras, existem várias outras opções de se conhecer melhor esse setor. Busque por lojas virtuais cujos produtos promovidos são diretamente da fábrica e que tenham a opção de venda a atacado. Assim você obterá margens de lucro mais atraentes, conseguindo melhores valores na compra e, como consequência, os preços de revenda serão mais atrativos aos seus clientes finais. Uma dessas lojas virtuais que posso recomendar pela seriedade e qualidade de seus produtos é a Amazon Bijoux.

 

<< Conheça a loja de fábrica que vende a preços de atacado: Amazon Bijoux.